Dessalinização da água: As barreiras de implantação e operação
Tempo de leitura: 6 minutos

O que você sabe sobre dessalinização da água? Hoje vamos analisar as barreiras para implantação e operação desse sistema de tratamento de água.

Você vai aprender:

  • Como funciona a dessalinização de água?
  • Dessalinização da água: As barreiras de implantação e operação
    • Custos e estratégias
  • Tendências para a dessalinização de água

Se tornou assunto recorrente na mídia falar de dessalinização da água para o nordeste do Brasil e seus benefícios.

Mas, o que será que inviabilizou a implantação até aqui?

Uma pergunta um tanto complexa e que passa por necessidades técnicas e de investimentos.

Os sistemas de dessalinização existem há muitos anos e tornaram-se essenciais em diversos lugares no mundo. E são eles que vão nos ajudar a responder essa pergunta!

Como funciona a dessalinização da água?

Quando se fala de dessalinização da água temos vários modos disponíveis. O nosso foco é um modelo escalável, visto que o objetivo é a distribuição para a população da mesma forma que ocorre com a água doce.

Dessalinização da água no Brasil

A osmose reversa é amplamente utilizada para destilação da água em países como Israel, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos da América, Austrália e no Chile. Em que cada lugar possui suas particularidades no acesso à água.

O modelo consiste em uma espécie de membrana semipermeável, na qual a água salgada é pressionada. Através dessa pressão osmótica, a água doce sai do outro lado livre dos sais.

Diversas plantas de dessalinização da água operam em conjunto com outros tratamentos. Entre eles, podemos citar a cloração, filtração, coagulação, acidificação e adsorção por carvão ativado.

O procedimento é utilizado por cientistas há quase 60 anos e que alcançou avanços importantes. Um deles é a portabilidade, que permite seu uso em navios que necessitam de água potável por vários meses sem poder voltar à terra.

A falta de água em alguns lugares no mundo leva cada vez mais países a aderirem essa técnica. Seja para consumo diário seja para catástrofes que deixam a população sem água.

Dadas as informações que temos sobre os sistemas de dessalinização da água, salientamos que o governo é em muitos deles o ator principal. Isso significa que os investimentos principais ficam a cargo do mesmo.

Dessalinização da água: As barreiras de implantação e operação

Umas das primeiras barreiras para dessalinização em determinados locais é o custo de implantação.

A osmose reversa e tratamento final para consumo da água salgada tem um custo médio de R$1,50 a cada metro cúbico, valor que representa cinco vezes o tratamento de água doce. Considerando os parâmetros de qualidade e valores para desenvolver os procedimentos no Brasil.

Outro fator é que ainda existem muitos lugares sem estrutura para distribuição de água, o que eleva mais o custo de implantação.

A segunda barreira é o custo de operação do sistema.

Foram feitas análises para avaliar o formato de dessalinização praticado em algumas regiões do Ceará. As comparações com outros sistemas de entrega de água concluíram pela ineficiência financeira e técnica da forma que é praticada atualmente.

A pesquisa cita, por exemplo, motivos governamentais que limitam o uso de água a 40 litros/dia por família, encarecendo o custo de produção pela rotina ineficiente do equipamento. Em determinados locais, se utiliza apenas metade da capacidade de dessalinização disponível.

Dessalinização da água enfrenta dificuldades

Um sistema tarifário ineficiente também pode inviabilizar esse tipo de tratamento de água.

Alguns lugares não possuem tarifa, enquanto outros pagam mais do que o necessário. Na pesquisa, considerou-se a disponibilidade de recursos das famílias locais para pagamento de água potável.

Temos ainda a questão ambiental que pondera sobre a disposição dos rejeitos gerados no processo.

Na cidade de Riacho das Almas (PE), os rejeitos são utilizados para criação de tilápias que são inseridas na alimentação escolar.

Infelizmente, essa não é a realidade de todos os sistemas de dessalinização. Isso tem gerado protestos nos EUA e feito ambientalistas exigirem um aprofundamento das pesquisas sobre os efeitos de dispensar grandes quantidades de água salobra no mar.

Custos e estratégias

Outro ponto de extrema importância é a adução da água a ser dessalinizada.

O sertão nordestino tem a vantagem de possuir águas subterrâneas para ser dessalinizadas. As águas vindas por meio de poço são bombeadas para o sistema de dessalinização e a população retira a água indo até o reservatório buscar.

Contudo, se a origem for a água do mar, o sistema de bombeamento teria um caminho mais longo até a estação de tratamento. Isso foi observado em grandes cidades como São Paulo que chegaram a analisar a possibilidade de dessalinizar água do mar.

No caso de ser transportado por longas distâncias, a água poderia ter um custo final de R$2,55 a R$5,70 por metro cúbico, o que inviabiliza vários projetos.

Vale lembrar que ideias de adução, mesmo de água doce, são abandonadas pelo fator econômico. Uma das principais dificuldades é o aumento do uso de energia elétrica para bombear a água.

Dessalinização da água em Israel

Em muitos lugares essa é a alternativa mais barata, como é o caso de Israel. Em 2004 foi elaborado um plano para intensificar a coleta de água do mar que hoje resulta em 80% da água ser obtida por dessalinização. Lá, o custo foi superado pela inexistência de outros modos de se lidar com o clima desértico.

Tendências para a dessalinização da água

A tendência de utilização de água salgada deve aumentar, tornando-se mais viável.

As pesquisas já buscam aprimorar meios de compensação energética, visto que a energia é uma das principais barreiras em países mais pobres.

As membranas também já têm evoluído, podendo em uma única passagem remover mais de 75% do sal da água.

A modificação foi possível pela troca de náilon e de acetato de celulose por filmes de poliamida. A mudança trouxe um material que não entope com facilidade e não exige a água passar por um tratamento prévio.

Outra tendência que irá se observar nos próximos anos com o aumento populacional é a demanda por agricultura e, consequentemente, por água. Hoje, 70% da água do mundo é utilizada para agricultura, motivo que fará os países buscarem a dessalinização da água como alternativa, tanto para agricultura quanto em outras atividades.

Alguns países da América Latina já demonstram um aumento na procura de sistemas de dessalinização para os mais variados fins.

Diversos lugares, incluindo o Brasil, desenvolveram projetos de dessalinização em pequena escala. Programas esses que permitiram uma adaptação dos procedimentos à realidade local.

Apesar da dessalinização ter suas barreiras, estas deverão ser superadas por uma barreira maior: A crescente demanda de água.

Em casos de dúvidas, você já sabe, fale com nossos especialistas! Nós temos a solução perfeita para você.

 

Dúvidas? Fale com um Especialista!

Temos um time de especialistas pronto para tirar suas dúvidas e
encontrar a solução ideal para a sua empresa.

Fale com um especialista
Grátis e sem compromisso