Individualização de água: conheça os benefícios e legislação
  • +55 (67) 3321-2898
  •   Agendar demonstração
  •   Solicitar orçamento

Postado em: 06/01/2021

Tempo de leitura: 4 minutos

Você sabe o que é individualização de água? Conhece os benefícios que essa prática traz? Confira no artigo de hoje essas e outras respostas a respeito da individualização de água em condomínios!

No artigo de hoje, abordaremos os seguintes assuntos:

  • O que é individualização de água?
  • Benefícios
  • Legislação
    • Condomínios novos e antigos
  • Tipos de sistemas

Fique conosco e saiba mais!

O que é individualização de água

Como já falamos por aqui, individualização é separar o consumo de cada usuário de algum serviço. Para a companhia de água significa dizer que cada endereço de condomínio possui uma ligação e unidade consumidora.

O modo tradicional se dá pela medição de consumo em um único hidrômetro, onde o valor da fatura é dividido entre os moradores, independente do consumo individual. 

A cobrança individualizada do consumo de água por condôminos, indiscutivelmente é a forma mais justa e ecológica de se cobrar e preservar a água. Isso acontece porque cada morador paga apenas pelo volume de água consumido, permitindo que acompanhe seu consumo mensalmente.

Benefícios

Com o isolamento social e empregos em regime home office, o consumo de água aumenta, e com isso, a individualização de água pode ajudar a identificar o consumo e mudar hábitos. 

Contudo, as concessionárias podem se beneficiar dessa forma de medição em muitos aspectos, pois com esse método, elas podem evitar a inadimplência e as fraudes nas redes de abastecimento de água.

Conheça os benefícios da individualização de água:

  • Os moradores passam a consumir de forma consciente e sustentável, contribuindo para a preservação do meio ambiente;
  • Facilidade na detecção de infiltrações e vazamentos nos imóveis;
  • Diminuição no valor da fatura de água;
  • Evita fraude no sistema de abastecimento de água;
  • Possibilidade de cobrança individualizada de outros serviços como o gás, diminuindo a taxa condominial;  
  • Combate à inadimplência.

Porém, há certa resistência por parte das construtoras em adotar a individualização, seja por questões culturais ou estruturais do imóvel, são desafios a serem superados para a individualização de água.

economia de individualização de água

Legislação

Há alguns municípios que contam com leis que tornam a individualização de água obrigatória em condomínios. Em Pernambuco, está em vigor desde 2004 a lei que determina que novos condomínios sejam vendidos com hidrômetros instalados.

Cidades como São Paulo, Campinas, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Recife já aderiram ao método de medição individual. 

Em 2016 foi aprovada a Lei Federal 13.312 que determina, a partir de 2021, que novos imóveis a adotarem padrões de sustentabilidade, entre as normas está  o uso obrigatório de medidores individuais de água.

A nova lei modificou a Lei 11.445, de 2007, que estabeleceu diretrizes nacionais para o saneamento básico.

Condomínios novos e antigos

Conforme dito acima, segundo a Lei Federal 13.312, para novos empreendimentos são obrigatórios medidores individuais a partir de 2021, ou seja, não será necessário realizar obras para instalar novos medidores.

Para condomínios antigos, não é obrigatório que se adéque à lei, visto que a norma é específica para novos imóveis. Porém, caso os moradores ou o síndico se interessem na individualização de água, é possível aderir ao método, entretanto, pode haver algumas dificuldades técnicas como infraestrutura.

Os custos para a adequação em condomínios antigos podem variar em virtude da cidade, número de unidades e mesmo a infraestrutura. Os valores do projeto hidráulico podem chegar a R$ 4.000,00 por unidade, além disso, o valor dos hidrômetros pode variar entre R$ 350,00 e R$ 700,00 por unidade, há ainda a taxa de gerenciamento que é de R$3,00 a R$ 8,00 por equipamento.

Legislação de individualização de água

Tipos de sistemas 

Atualmente há diversos tipos de sistemas de individualização de hidrômetros. A seguir apresentaremos os tipos mais conhecidos:

  • Sistema por radiofrequência: medição feita sem fio e transmitida à central via radiofrequência, sem a necessidade de instalação ou cabos, além disso, não requer muita manutenção e geralmente possui longa garantia de fábrica.
  • Sistema digital: A medição é feita por computadores, uma vez que os hidrômetros são instalados em frente ao condomínio, podendo ser realizada remotamente. Para que isso aconteça, é necessário realizar adequações na estrutura do móvel. 
  • Sistema de leitura pulsada: nesse sistema, o controle é feito através de um hidrômetro com saída pulsada. A cada litro de água consumido, o sistema envia um impulso elétrico para o painel.

E seu condomínio, possui individualização de água? Considera uma medida importante para economia e sustentabilidade? Se tiver dúvidas, fale com um especialista, temos a solução perfeita para você!

Dúvidas? Fale com um Especialista!

Temos um time de especialistas pronto para tirar suas dúvidas e
encontrar a solução ideal para a sua empresa.

Fale com um especialista
Grátis e sem compromisso