Cidades Inteligentes: saiba o que é e quais suas características
  • +55 (67) 3321-2898
  •   Agendar demonstração
  •   Solicitar orçamento

Postado em: 26/05/2021

Tempo de leitura: 7 minutos

Você sabia que as Cidades Inteligentes — ou Smart Cities, estão cada vez mais comuns em países da Europa, América do Norte e Ásia? Isso mesmo, há diversas Cidades Inteligentes pelo mundo e você vai conhecê-las hoje! Vamos abordar alguns assuntos como:

  • O que são Cidades Inteligentes?
    • Características 
    • Benefícios
  • Exemplos de Cidades Inteligentes no mundo
    • Smart Cities no Brasil

O que são Cidades Inteligentes?

As Cidades Inteligentes são espaços urbanos caracterizados pela utilização generalizada de Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC’s), com o objetivo de melhorar a eficiência político-econômica e amparar o desenvolvimento humano e social, promovendo assim, a qualidade de vida de seus cidadãos.

Sensores, dispositivos e sistemas são responsáveis pela inteligência das cidades. Com eles, é possível capturar e integrar um espaço que traga eficiência e tecnologia.

Os estudos das Cidades Inteligentes iniciaram-se na década de 90, com a finalidade de conceituar o desenvolvimento urbano dependente da tecnologia, da inovação e da globalização em diversas áreas de gestão. 

Vamos conhecer as características de uma Cidade Inteligente?

Características

Uma cidade é considerada inteligente quando há impulsionadores de crescimento econômico sustentável, elevada qualidade de vida e gestão consciente dos recursos naturais, por meio de uma governança participativa e democrática. São os impulsionadores: 

  • Investimentos em capital humano;
  • Investimentos sociais;
  • Infraestrutura moderna de TIC. 

Além disso, outros aspectos que devem ser levados em conta na classificação de cidades como inteligentes, como a mobilidade urbana, o compromisso com os assuntos ambientais e com as questões sociais. 

Conheça 5 características de uma Cidade Inteligente:

Sociedade e social

Garantir acesso à cultura e oferecer educação de qualidade são os principais aspectos para medir o capital humano. Gerenciar o número de universidades, escolas, museus e demais locais que contribuam com a educação e a cultura é primordial nas Cidades Inteligentes.

Cidades Inteligentes - social

Além disso, nas Cidades Inteligentes, a coexistência entre grupos com diferentes costumes, rendas, culturas e idades, a consideração do desenvolvimento econômico e social, da qualidade de vida e da segurança pública são fatores de extrema importância.

Economia e negócios

Um dos principais objetivos de uma cidade inteligente é promover o desenvolvimento econômico com planos para a indústria, inovação e iniciativas empreendedoras; facilitar a chegada de novos negócios e geração de empregos para os cidadãos.

Infraestrutura

Para o gerenciamento de uma estrutura automatizada, é necessária a utilização de tecnologias inovadoras, como inteligência artificial (AI), sensores avançados e redes de dados de alta velocidade. Essas tecnologias permitem o monitoramento rápido de aspectos como segurança, transporte e abastecimento de água, energia e demais serviços. 

Relacionamento Digital

A utilização de redes sociais e fóruns digitais como facilitadores da comunicação entre os habitantes e o poder público possibilita a desburocratização de serviços e promove maior transparência.

Integração

Com a utilização de diversas tecnologias aplicadas às Cidades Inteligentes, diversos órgãos, por exemplo, os bombeiros ou a polícia, possuem acesso às informações das ocorrências de maneira facilitada e em tempo real, possibilitando uma ação mais eficaz e integrada.

Benefícios 

As Cidades Inteligentes, além da tecnologia, trazem consigo muitos outros benefícios aos cidadãos que habitam nelas. Quer saber mais sobre os benefícios das Smart Cities? Leia abaixo!

Otimização de recursos 

Como dito acima, oferecer uma educação de qualidade é primordial em uma Cidade Inteligente, isso porque uma sociedade inteligente é consciente de seus recursos. Com a tecnologia auxiliando as aplicações, reduz-se a necessidade de recursos e maximiza os resultados. 

Menor impacto ambiental

Minimizar os impactos ambientais é uma das principais premissas das Cidades Inteligentes. A sustentabilidade e a tecnologia andam juntas quando o assunto é Smart City, isso porque a arborização é marca registrada dessas cidades.

Cidades Inteligentes - Amsterdã

Ambiente atrativo para clientes e investidores

As estruturas das Cidades Inteligentes são ambientes potenciais para os negócios. Isso significa que os recursos que oferecem em questões de informações e tecnologias podem ser de grande valia ao explorar novos negócios de diversos setores. 

Exemplos de Cidades Inteligentes pelo mundo

Segundo estudo realizado pelo Centro de Globalização e Estratégia do Instituto de Estudos Superiores – IESE, o índice estuda o desempenho de 174 cidades de 80 países. Os municípios foram analisados de acordo com 9 parâmetros estabelecidos para uma vida sustentável em uma cidade. São eles:

  1. Capital humano
  2. Coesão social
  3. Economia
  4. Meio ambiente
  5. Governança
  6. Planejamento urbano
  7. Alcance internacional
  8. Mobilidade e transporte
  9. Tecnologia.

Esses parâmetros mostram o quanto uma cidade inteligente está preocupada em melhorar a qualidade de vida de seus moradores. 

 Quer conferir o ranking das cidades inteligentes? Continue conosco e saiba mais!

1° Lugar – Londres

A capital da Inglaterra ocupou o 1° lugar do ranking em 2019 por sua performance em quase todos os quesitos analisados. Ocupou também o 1° lugar em capital humano, isso porque a cidade investe em um alto número de escolas de negócios e universidades de qualidade. 

Além da educação, Londres recebe mais startups e profissionais de informática do que qualquer outra cidade do mundo, expandindo seu alcance internacional. Como se não bastasse, a cidade ainda participa e investe em um dos maiores projetos de construção da Europa – o Crossrail – e deverá inaugurar 10 novas linhas de trem à cidade para conectá-la a 30 estações de Londres.

2° Lugar – Nova York 

Nova York  ocupa o 2° lugar devido sua liderança em economia, devido ao seu capital humano, tecnologia, planejamento urbano, alcance internacional e mobilidade urbana.

É o centro econômico mais importante do mundo e abriga cerca de 7.000 empresas de alta tecnologia, se destacando por seus serviços integrados de tecnologia, como o serviço gratuito de Wi-Fi Link NYC.

Cidades Inteligentes - Nova York

3° Lugar – Amsterdã 

A capital da Holanda é uma importante potência europeia, com investimentos em tecnologia financeira, eficiência energética e cultura. Como 90% da cidade utiliza bicicletas como meio de transporte, foi implantado um serviço automatizado de compartilhamento de bicicletas. 

Amsterdã está entre as 20 melhores quando o assunto é economia, planejamento urbano, mobilidade e transporte, tecnologia e alcance internacional.

4° Lugar – Paris

Paris é uma cidade caracterizada por ser aberta à inovação e por oferecer a rede de dados aberta aos moradores. Para promover um transporte limpo através do uso de bicicletas e carros elétricos, isso influencia também na aplicação da IoT para otimizar o fluxo de pessoas e veículos.

5° Lugar – Reykjavik

Reykjavik é a cidade mais populosa da Islândia, onde 99% de sua produção de eletricidade e mais de 80% da produção de total de energia vêm da energia hidrelétrica e geotérmica, o que torna seus edifícios e construções naturalmente “verdes”. Além disso, apresentou um documento com políticas climáticas objetivando se tornar uma cidade com emissão zero de carbono.

Smart Cities no Brasil

O Brasil também possui suas Cidades Inteligentes, vamos conhecê-las?

Curitiba

A mais conhecida é Curitiba, capital do Paraná, que possui sistemas de mobilidade urbana que garantiram sua eleição como o melhor trânsito do Brasil e é tida como modelo de Smart City.

Além disso, a cidade inovou com a criação do Ecoelétrico, uma frota de carros elétricos que prestam serviços públicos. Desde a sua implantação, em 2014, a cidade poupou a emissão de 12.264 quilogramas de gás carbônico na atmosfera.

Salvador

Salvador investe em tecnologias para melhorar a mobilidade urbana e a produção de energia. A cidade conta com um aplicativo para passageiros do transporte coletivo. O governo investe em IoT para iluminação em locais públicos, visando a redução no consumo de energia e eficiência na manutenção dos equipamentos necessários.

Cidades Inteligentes - Salvador Bahia

São Gonçalo do Amarante

Localizada no Ceará, é a primeira Smart City voltada para a habitação social no mundo. O projeto é voltado para pessoas de baixa renda que poderão contar com infraestrutura, tecnologia e bem-estar. 

A cidade vai contar com coleta de lixo inteligente, Wi-fi em todas as áreas institucionais e piso intertravado (possibilitando a infiltração da água da chuva  no solo). Além disso, contará com sistemas de reaproveitamento da água, irrigação automatizada e fiação elétrica subterrânea. 

Em relação ao trânsito, serão instalados sistemas de compartilhamento de carros e bicicletas.

A necessidade de cidades pensadas para o bem-estar de seus moradores só tende a crescer. Queremos saber sua opinião sobre as Cidades Inteligentes, fale com um especialista, nós temos a solução perfeita para você!

Dúvidas? Fale com um Especialista!

Temos um time de especialistas pronto para tirar suas dúvidas e
encontrar a solução ideal para a sua empresa.

Fale com um especialista
Grátis e sem compromisso