Cidades Inteligentes: municípios assinam PPP no Piauí
  • +55 (67) 3321-2898
  •   Agendar demonstração
  •   Solicitar orçamento

Postado em: 08/04/2021

Tempo de leitura: 2 minutos

 [Guest Post] O Piauí é o primeiro estado brasileiro a desenvolver PPP’s para cidades inteligentes. O objetivo é oferecer infraestrutura e captação de recursos para otimização de serviços públicos como saneamento básico, energia solar e iluminação pública em cidades menores. 

Continue conosco e saiba mais sobre cidades inteligentes no Piauí! 

Cidades Inteligentes trabalhando com PPPs nos municípios do Piauí

Cidades Inteligentes

Os dez primeiros municípios que aderiram ao Programa PPP Piauí Cidades Inteligentes assinaram, na manhã desta segunda-feira (5), os acordos de cooperação técnica com a Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc) e o Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC).

O Piauí é pioneiro no Brasil a desenvolver um programa de assessoria para parcerias público privadas (PPP) em âmbito municipal, com o objetivo de oferecer infraestrutura e atrair recursos para a otimização dos serviços públicos em cidades de menor porte. A partir do dia 19 deste mês, a Suparc e o IPGC visitarão as cidades para capacitar os servidores.

Os municípios integrantes da primeira etapa do Cidades Inteligentes são: Angical, Barras, Buriti dos Montes, Campinas, Castelo, Floriano, Itainópolis, Jaicós, Miguel Alves e São João do Piauí. Essas cidades receberão assessoria da Suparc e do IPGC para estudos e modelagem de projetos estratégicos de parcerias e concessões nos setores de conectividade, saneamento, energia solar, iluminação pública e resíduos sólidos, de acordo com as demandas de cada município.

PPPs

“Esse é um projeto que a gente vem avaliando há dois anos a possibilidade de implementar e que de uma forma dialogada com os municípios, a gente conseguiu viabilizar através de uma parceria. Esse edital continua aberto e conseguimos credenciar os dez primeiros. São 60 no total. Esses dez municípios assinaram ontem o termo de cooperação. Esse acordo faz com que a gente comece a trabalhar os projetos de PPPs de iluminação pública, saneamento básico, energia solar e conectividade”, disse a superintendente da Suparc, Viviane Moura.

A previsão é de que a partir de agosto já seja possível licitar e contratar os projetos, tendo, ainda no segundo semestre de 2021, início de obras, contribuindo para gerar emprego e renda, ajudando o dinheiro a circular nas cidades.

Fonte: Cidade Verde.

Qual sua opinião sobre cidades inteligentes? Ficamos felizes que o futuro esteja chegando no Piauí e esperamos que em breve possa estar presente em todo o Brasil. Dúvidas? Fale com um especialista ou comente em nossas redes sociais. Não se esqueça: nós temos a solução perfeita para você!

Dúvidas? Fale com um Especialista!

Temos um time de especialistas pronto para tirar suas dúvidas e
encontrar a solução ideal para a sua empresa.

Fale com um especialista
Grátis e sem compromisso