Comunicação Corporativa: O que é e como melhorar?
  • +55 (67) 3321-2898
  •   Agendar demonstração
  •   Solicitar orçamento

Postado em: 28/08/2017

Última modificação: 26/03/2019

Tempo de leitura: 9 minutos

Você sabe o que é comunicação corporativa? A sua empresa sabe se comunicar com os clientes e com os colaboradores? O texto de hoje te conta tudo sobre a comunicação e dá dicas de como melhorá-la. Venha conferir!

A comunicação é derivada do termo latino “communicare” e significa tornar algo comum. Desde a antiguidade, a comunicação tem um papel vital para a vida em sociedade. É uma ferramenta de integração, instrução, troca mútua e desenvolvimento.

Da mesma forma, a comunicação corporativa, também conhecida como comunicação empresarial, trata de um conjunto de ações, estratégias, produtos e processos a fim de reforçar sua imagem frente ao ambiente em que está inserida. A comunicação assertiva induz à confiabilidade no mercado, e por isso, torna-se tão importante.

Ela é uma atividade essencial para uma organização atingir seus objetivos e manter sua reputação, tanto interna quanto externamente. Uma boa comunicação melhora a convivência e evita erros. Dessa forma, atualmente, a comunicação empresarial desempenha um papel estratégico de quem deseja se manter no mercado.

Agora que você já sabe a definição de comunicação corporativa, vamos ver alguns conceitos importantes?

Comunicação interna e externa

Existem duas formas de comunicação em uma empresa: interna e externa.

A comunicação interna, também conhecida como endocomunicação, é a transmissão de informações dentro da própria organização. Acontece entre os colaboradores e tem a função de circular as mensagens dentro da própria empresa.

Já a comunicação externa é aquela que se faz para fora da empresa. Nela, existem diversos receptores: fornecedores, prestadores de serviços, clientes, parceiros, governo, enfim, a sociedade como um todo.

Ambas são muito importantes e necessita de alguns cuidados. Na comunicação, tudo o que atrapalha o entendimento é conhecido como ruído e pode trazer diversos malefícios. Textos ambíguos, sinal ruim de telefone, erro no servidor, são exemplos de ruídos que dificultam o entendimento claro da mensagem que se deseja transmitir.

Ruído na comunicação corporativa

Por isso, o feedback se faz necessário. O feedback significa retroalimentação. Na comunicação, é quando o receptor confirma se compreendeu corretamente a informação que lhe foi passada. Com o feedback, garante-se que houve compreensão e evita possíveis atritos. E isso é bastante importante, principalmente dentro das organizações.

Existem alguns conceitos sobre como a informação circula dentro de uma empresa, vamos ver?

Os estudiosos da área da comunicação definem alguns fluxos da comunicação dentro das empresas. São eles:

  • Fluxo vertical descendente: quando a diretoria transmite informações a seus subordinados informando-lhes políticas, instruções, estratégias, feedbacks, etc.
  • Fluxo vertical ascendente: É a situação contrária. Quando os subordinados repassam informações à diretoria tal como repasse de problemas, sugestão de melhorias, demonstração de resultados, dentre outras finalidades.
  • Fluxo horizontal: É a comunicação no mesmo nível, por exemplo no mesmo departamento ou entre pessoas em posições hierárquicas semelhantes.
  • Fluxo transversal ou longitudinal: é a comunicação que se propaga em todas as direções da empresa, sendo comum em organizações com gestão mais participativa e integrada que criam condições de interação entre os diversos níveis hierárquicos.

Além disso, dentro das empresas, existe a comunicação formal e informal. A formal trata do conjunto de canais e meios de comunicação estabelecido pela organização, por exemplo e-mail, telefone ou intranet. Já a rede informal é aquela que ocorre nas relações sociais entre as pessoas e possibilita o atendimento de demandas mais urgentes e instáveis.

Barreiras da comunicação corporativa

Existem diversas barreiras que podem impedir uma boa comunicação entre as pessoas e prejudicar o entendimento. Vamos ver as mais comuns?

  • Barreiras semânticas: são os problemas enfrentados quando busca-se transmitir uma mensagem para alguém que não utiliza frequentemente determinada linguagem, como por exemplo informações técnicas. Assim, para evitar essa barreira é necessário saber o tipo de público com o qual se está lidando de forma a adaptar a mensagem que se deseja transmitir e garantir o entendimento.
  • Barreiras psicológicas e pessoais: São dificuldades pessoais para se comunicar ou até mesmo, preconceitos ou estereótipos que prejudicam a comunicação. Essa barreira deve ser trabalhada pela empresa através de reuniões e incentivos a fim de melhorar o ambiente e impedir que informações importantes sejam perdidas.Barreiras criadas na comunicação corporativa
  • Barreiras de informações: Essa é atualmente uma barreira bastante recorrente nas organizações. O excesso de informações pode dificultar uma comunicação mais transparente. Há sobrecarga de informações na maioria dos setores e a falta de seleção de prioridades pode gerar confusão. Assim, saber selecionar e priorizar as informações que chegam é essencial ao cumprimento das atividades diárias dentro de uma empresa.
  • Barreiras geográficas ou físicas: Trata-se da interferência devido a distâncias, barulhos, ambientes, equipamentos inadequados, dificuldade de deslocamento, etc. Principalmente quando a empresa possui filiais ou atividades em outro país, a comunicação é dificultada. Dessa forma, é importante que se faça proveito das diferentes tecnologias existentes no mercado atual para promover a comunicação interna e auxiliar os processos.
  • Barreiras administrativas burocráticas: São aquelas que decorrem das formas como as organizações atuam e processam suas informações.
  • Barreiras por comunicações incompletas ou parciais: Elas acontecem quando a informação é passada de forma fragmentada, distorcida ou sujeita a dúvidas.

Agora você pode estar se perguntando: Esses conceitos me servem para que? Bom, será que existem algumas dessas barreiras na sua empresa? Será que está ocorrendo uma boa comunicação interna onde você atua?

Relacionamento interno

Como é o relacionamento dentro da empresa que você trabalha? Você tem um bom relacionamento com seu chefe? E com seus funcionários?

Uma comunicação clara e objetiva, melhora a convivência e evita erros, que por falta de uma boa comunicação interna, podem ocorrer com certa frequência, seja por falta de esclarecimento ou por ausência de um objetivo.

A má comunicação no ambiente empresarial, assim como no ambiente externo, causa impactos na vida dos funcionários. Já ouviu falar no poder das palavras? Pois é, a comunicação é capaz de causas efeitos diversos daqueles que se pretendia. Portanto, se preocupar com uma comunicação eficiente e eficaz é de suma importância para o ambiente que se deseja criar dentro da organização.

A Deloitte, empresa de auditoria e consultoria empresarial, realizou uma pesquisa que mostrou que aproximadamente 80% dos funcionários das empresas brasileiras estudadas disseram se sentir mal informados sobre as ações da empresa. Em contrapartida, 60% desses mesmos funcionários se diziam insatisfeitos com a remuneração recebida. Ou seja, há mais insatisfação com a comunicação do que com o salário. Pode isso?

Você considera seus colaboradores ou colegas de trabalho como clientes internos? Se a resposta for não, está na hora de repensar. Os empregados são clientes em potencial e são os grandes embaixadores da marca. Se eles não acreditam nos próprios produtos, serviços e ações da empresa que trabalham, quem mais irá acreditar?

Ninguém conhece melhor a empresa do que os funcionários. Eles conhecem o dia a dia e os bastidores da organização. Portanto, um bom marketing interno é um grande passo para o sucesso no mercado.

A cultura organizacional impacta o clima, a produtividade e a energia das pessoas. Assim, uma comunicação empresarial bem estruturada resulta em maior alinhamento de equipes e consequentemente, maior produtividade.

Liderança no relacionamento interno nas empresas

O trabalho em equipe e a sensação de saber para onde se está caminhando gera melhorias no clima organizacional. Deixando os colaboradores mais satisfeitos e motivados com a empresa.

E como melhorar a comunicação interna da minha empresa?

A internet está repleta das mais variadas dicas e técnicas. Separamos algumas para você:

  • Evite rumores e fofocas. Falar abertamente sobre os problemas e projetos da organização evita rumores e não abre espaço para fofocas.
  • Abra espaço para dúvidas e sugestões. Não deixe que as dúvidas atrapalhem seus processos e também não detenha a criatividade de seus funcionários. Ninguém melhor para inovar do que aqueles que praticam as mesmas atividades todos os dias, não é mesmo?
  • Desburocratize processos. Simplificar e facilitar processos tornam as coisas mais rápidas e acessíveis para todos.
  • Fale de igual para igual. Independente do nível hierárquico, preze por uma linguagem simples que possam fazer sentido a quem escutar. Isso diminui as chances de dúvidas e ruídos.
  • Engage os colaboradores. Traga a realidade do negócio para dentro da empresa, busque uma participação mais ativa dos funcionários nos projetos e traga diferentes conhecimentos para a organização.
  • Aposte em diferentes canais. Garanta a efetividade das mensagens pelos canais que mais fazem sentido para sua empresa e invista neles.

Algumas organizações têm investido no Twitter para o desenvolvimento de sua comunicação interna. A United Parcel Service (UPS), uma das maiores empresas de logística do mundo, utiliza o Twitter para homenagear seus colaboradores e conquistas. A Starbucks utiliza a página para integrar parceiros, franqueados e empregados, bem como a BRF, que utiliza a rede para promover campanhas e ações permanentes.

Claro que existem diversas outras ferramentas de integrar os funcionários além das mídias sociais. Cabe cada organização escolher aquela que mais faz sentido e definir os objetivos das ações antes de colocá-las em prática.

E a comunicação externa, como fica?

Ter seus funcionários vestindo a camisa da empresa e vendendo sua marca já é meio caminho andado para sua divulgação fora da organização. Mas ainda é necessário acertar na forma de comunicar com seus stakeholders.

Ambiguidade na comunicação corporativa

A comunicação externa, no geral, é bastante semelhante à comunicação interna. É preciso selecionar bem o canal de comunicação para atingir seu público alvo e também se preocupar com o entendimento da linguagem utilizada. Você não quer que seu cliente entenda algo totalmente diferente daquilo que você deseja transmitir, certo?

Independente de qual seja o canal de comunicação, as empresas esperam gerar uma ação no seu público alvo. Assim, medir o desempenho de seus esforços é essencial para verificar a eficácia da sua comunicação. No geral, as empresas medem o desempenho de suas ações através das taxas de conversão do mercado.

Atualmente, existem guias para o desenvolvimento de planos de comunicação, tanto interno quanto externo. Com eles, é possível desenhar as ações e investimentos que sua empresa terá que fazer para conquistar uma melhoria na comunicação. Como você quer que sua empresa seja vista no mercado? Espelhe sua comunicação com base em sua resposta.

Em caso de dúvidas ou sugestões, entre em contato com um de nossos especialistas, temos a solução perfeita para você.

Dúvidas? Fale com um Especialista!

Temos um time de especialistas pronto para tirar suas dúvidas e
encontrar a solução ideal para a sua empresa.

Fale com um especialista
Grátis e sem compromisso